Croissant

CROISSANT

A "LENDA"

O Croissant, ao contrário do que muitos pensam, não é de origem francesa mas sim austríaca.
A sua origem é mesmo considerada uma das grandes lendas de todos os tempos.
Entre as várias conhecidas, destaca-se a seguinte:

Em 1683, o Império Otomano de origem turca (um dos Impérios mais fortes do mundo), tentava expandir o seu domínio através da invasão de terras europeias.
O problema é que encontraram inúmeras dificuldades para entrar na cidade de Viena, capital austríaca.
Então, decidiram aproveitar a escuridão da noite para cavar alguns túneis que os levassem ao centro da cidade.
Mas não contaram com os padeiros de Viena que, trabalhando de madrugada, os ouviram e denunciaram.

Conta a história que foram oferecidas algumas recompensas aos padeiros.
Mas eles não aceitaram. A não ser o direito exclusivo de criar algo que comemorasse a vitória sobre o inimigo.
E assim surgiram os pequenos pães folhados em forma de meia lua, a que chamaram “kipfel”.

Só mais tarde, por volta de 1770 é que o croissant chegou a território francês, através de Maria Antonieta, que se tornou Rainha ao casar com o rei Francês Louis XIV.
No entanto, proibida de manter qualquer tipo de vinculo à sua pátria, em vez de acompanhar a tradição da comida na corte com os demais comensais, escolheu comer o seu “kipfel”, uma das poucas coisas que lhe lembrava as suas origens.
E que mais tarde renomeou para croissant.

Croissant, em francês, significa “crescente” e representa o formato de meia lua, alusivo à bandeira do Império Otomano.
Et voilà!… O Croissant estava criado e passava a fazer parte da pastelaria francesa.

No século 18, o croissant era apenas uma massa de pão melhorada.
O croissant, como é conhecido hoje, foi criado por volta de 1920 por padeiros parisienses.

CARACTERÍSTICAS do CROISSANT

A principal característica do croissant – e também o seu segredo – está na massa.
A massa semifolhada possui menos gorduras, menos dobras e fermento biológico.
As dobras são responsáveis pela separação da massa e das camadas de gordura, que proporcionam a “folhagem” do croissant.

Um bom croissant deve ter um bom aspecto, formato de lua em quarto crescente, uma crosta crocante e uma bela cor dourada.
As pontas devem estar descoladas do meio, o miolo deve ser aerado e mostrar a consistência certa.
Com o passar dos tempos, ele se tornou um ícone da gastronomia das mais diversas padarias em todo o mundo.

Hoje em dia, o croissant pode ser feito com os mais diferentes recheios, podendo ser facilmente encontrado nas versões doces ou salgadas.

É um ícone francês e é humanamente impossível visitar França e ignorar os croissants.

Croissant Mojito
Croissant gourmand, au chocolat ou doce de ovos e amendoa

O FABRICO

A massa de croissant é uma massa folhada fermentada como a dos “pains au chocolat”.
Utiliza os mesmos princípios que a massa folhada normal, com a diferença de que contém fermento de padeiro.

E a massa folhada, de levedura, geralmente requer menos manteiga do que a massa folhada convencional.

Em 1968, de acordo com Jean-Léon e Jean-Georges Kiger, em França, as oito etapas de fabrico do croissant eram as abaixo, que ainda hoje se mantêm na sua essência.

1. As Matérias Primas

As matérias-primas utilizadas são farinha, açúcar, manteiga, fermento e água;

2. Amassar o Croissant:

É a etapa principal do processo de fabrico e determina a consistência e a textura da massa.

3. Divisão da massa:

O objetivo da divisão é formar pedaços de massa a partir da quantidade obtida;

4. Laminação:

A laminação consiste em passar a massa dos croissants entre dois cilindros lisos, girando em direções opostas na mesma velocidade e de acordo com um espaçamento ajustável.
Esta fase leva à desgaseificação.
A massa é colocada no laminador para ser achatada e receber as placas de manteiga.
Em seguida, é executada uma única rotação de lona.
A laminação deve ser feita com cuidado para não quebrar as folhas;

5. Repouso:

É uma fase de descanso a 3°C, de meia hora a uma hora.
Esta etapa é realizada para facilitar as deformações que se seguirão.
Após a expansão segue-se nova laminagem, que consiste em mais duas passagens.
No final, a massa tem uma espessura de cerca de 3mm;

6. Modelagem do Croissant:

Este é o passo que dará a forma final. A massa é laminada uma ultima vez.
É cortada em tiras idênticas longitudinalmente e depois em triângulos, antes de ser enrolada;

7. Preparação do Croissant:

Nesta fase a massa dos croissants passa apenas por uma etapa de fermentação.
O crescimento ocorre por 3 horas a 25°C.
Sob o desenvolvimento de leveduras, a pressão do gás aumenta e os alvéolos crescem.
Cada croissant triplica em volume;

8. Cozedura do Croissant:

O cozimento é feito a 180°C. O vapor produzido durante o cozimento separará as diferentes camadas da massa folhada.
Após o cozimento fica uma textura quebradiça e crocante.

CURIOSIDADES FINAIS

Tal como acontece com o pão, o croissant é idealmente cozido num forno que enaltece a crocância e que constitui a verdadeira marca de qualidade, do “know-how” e da arte do artesão.

No total, existem cerca de cinquenta parâmetros a dominar para fazer um bom croissant, incluindo a qualidade da farinha, do fermento e da manteiga utilizadas, o tempo de fermentação da massa, a maneira de incorporar a manteiga, a modelagem, o calor do forno, o cozimento …

Hoje, a baixa rentabilidade deste produto, a falta de tempo e mão de obra qualificada, levam alguns padeiros e pasteleiros a substituir a manteiga por margarina, ou a fazer croissants com massas congeladas (geralmente com margarina), que só precisam descongelar antes de cozer os croissants.

Estima-se que mais de 80% dos croissants e doces adquiridos em padarias tradicionais sejam produtos industriais congelados.

Não é esse o caso na Dacquoise.

Conheça alguns exemplos da nossa colecção de Pastelaria Fina

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. Ao visitar o site, está a consentir a sua utilização. Política de privacidade.